Porque todo ABAP deveria estudar HANA

No último final de semana concluí um curso de ABAP on HANA. Atualmente trabalho com HANA (e UI5) no meu dia a dia mas não de maneira integrada com o NetWeaver. Em outras palavras, trabalho com desenvolvimento nativo em HANA e não como ABAP numa empresa que tem o HANA.

O curso foi ótimo e quero em breve criar alguns posts aqui no ABAP101 compartilhando esta experiência. Mas por hora nada melhor de convidar o meu instrutor do curso, Thiago Ourives, que além de ter se provado um profissional fora da caixa escreveu em poucos parágrafos porque todo ABAP deveria estudar HANA.

Leia na integra!


(Por Thiago Ourives)

Fazem alguns anos que a SAP tem uma meta de crescimento mínimo de 10% trimestral, o “double digit quarter”, o que atrai muitos acionistas no mundo todo, não apenas pelo crescimento da empresa e consequente valorização do papel, mas também pela clara e constante margem de lucro que a empresa respeita.

Mas, como bons analíticos que são nossos colegas alemães, a SAP logo notou que em poucos anos não haveria mais espaço para essa meta de crescimento apenas no mercado tradicional de ERP… era necessário expandir para novos mercados, e as escolhas foram duas: Banco de Dados e Nuvem, e com o objetivo traçado, a SAP deu início ao desenvolvimento de seu banco de dados, à época chamado de NewDB, e saiu as compras para os demais itens necessários.

A sequência de aquisições da SAP é fantástica, e com certeza pode ser assunto de outro post, mas nesse momento, falemos do desenvolvimento de seu banco de dados (que não é apenas um banco de dados!): o SAP HANA.

O que é o SAP HANA?

Uma das perguntas que mais ouço, em relação ao HANA, é se ele é um Banco de Dados.
A resposta é afirmativa…. mas ao mesmo tempo, usar essa definição para o HANA, em alguns círculos, pode ser uma ofensa grave!
É como dizer a um Arquiteto JAVA que ele trabalha com “aquela linguagem de fazer sites” ou a um consultor PI que ele só o trabalho dele é só arrastar quadradinhos.

JAVA é mais que internet, PI é mais que os quadradinhos e HANA é muito mais que um Banco de Dados.

O HANA é um conjunto de ferramentas da SAP, que envolve desde a seleção dos fabricantes dos chips, a parceira com a também alemã SUSE, o seu HANA Studio e suas ferramentas de de modelarem e extração de dados (SAP BO, SLT, DxC, etc.), o suporte a suas novas opções de programação, como UI5 e o HANA XS e, por último e não menos importante, é a construção de de seus novos Data Center e a nova parceria com a IBM, que possibilitam a venda do HANA como um serviço de Plataforma (PaaS).

SAP x HANA

A SAP está apostando alto no HANA. Muito Alto.
Tão alto que não está satisfeita apenas em ter sua plataforma servindo de base para seu principal produto, o ECC.
Ela está apostando o próprio ECC e sua sólida liderança no mercado de ERP ao escolher re-escrever sua solução utilizando o HANA como alicerce e visando o mercado de nuvem.

O futuro da SAP é o HANA e depende do sucesso dessa ferramenta.
Por consequência, o futuro de todo o ecossistema SAP e de seus profissionais depende de sua agilidade na adaptação a essa nova tecnologia.

Como consultor ABAP, por que devo me preocupar?

Porque o SAP não vai mudar, ele já mudou.
E o ABAP, assim como seu papel de atuação, também.

A linguagem do ABAP está em constante evolução, e tem caminhado para se tornar um meio-campo ideal entre o HANA (como backend) e o UI5(como frontend), seja servindo como camada protetora ou como meio de seleção e organização do repositório HANA.

O ABAP de nova geração não apenas sabe UI5, ele precisa ter conceitos de modelagem em HANA, programação orientada a conjuntos e Push-Down de código. Assim como conhecer as ferramentas de segurança e geração de serviços do Stack ABAP.

Claro que o Stack ABAP segue existindo e durante muito tempo ainda teremos nossa base instalada que ainda usa o 4.6C, mas se formos pensar no médio prazo, a hora de se preparar é agora!

Como se preparar e aonde estão os recursos?

Bom, esse é um assunto para outra postagem.
Por hora quero agradecer a paciência de todos na leitura e dizer que estou a disposição para conversar e aprender sobre SAP e HANA com todos vocês.

Grande Abraço!

Thiago Ourives.

 


Gostou do texto? Já está se preparando? Comente abaixo!

Fábio Pagoti

Formado em Sistemas de Informação pela Universidade de São Paulo. Comecei no mundo da programação com Java mas logo caí no mundo ABAP. Estagiei na Nestlé por 2 anos e foi lá onde conheci o Furlan. Depois de efetivado fui morar no Canadá por 1 ano onde pude aprender a área de testes em desenvolvimento de software. Hoje sou consultor e instrutor ABAP, amante de projetos Open Source, Wordpress, Data Mining e da esfera SAP. Siga-me no twitter: @fabiopagoti

You may also like...

9 Responses

  1. Ricardo Astolfi says:

    Muito bom o post, recentemente terminei o curso Build Your Own SAP Fiori App in the Cloud, que foi aprender a criar uma aplicação na nuvem seguindo os padrões Fiori de desenvolvimento. Para quem não conhece o open.sap.com oferece cursos gratuitos, porém todos cursos têm conteúdo totalmente em inglês e exige dedicação para acompanhar as vídeo-aulas, exercícios e avaliações.

  2. Fabio Pagoti says:

    A opensap é ótima… Mas Lamento pois este curso foi fraco.

    • Ricardo Astolfi says:

      Fraco no sentido técnico? Foi o primeiro curso deles que segui todas atividades.

      • Fábio Pagoti says:

        Se for pegar pela proposta, de construir sua própria aplicação em Fiori no Hana Cloud…o curso atende as expectativas.

        Agora se você quiser colocar um botão a mais, mudar qualquer coisinha o curso já foi bem ruim. Em 5~6 semanas de curso, não mostraram como o UI5 funciona. Só mostraram como usar o template e os arquivos que ele cria.. e isso mais ou menos ainda.

        O curso definitivamente não é de desenvolvimento front end, que na minha opinião deveria ser a proposta.

  3. Edmilson Bastos says:

    Fábio Pagoti, estou iniciando em ABAP e pretendo aprender Hana, existe cursos gratuitos de Hana?
    No momento estou em busca de recolocação de não tenho condições de pagar, já que os cursos que pesquisei são caros. Tem sim, muita vontade de aprender e trabalhar com SAP.

  4. Marcelo Campos says:

    Oi Fábio! Bacana este texto. Fico pensando onde o Basis vai se encaixar nisto tudo.. Gostaria de saber sua opinião a respeito. O q acha?

    • Fábio Pagoti says:

      Obrigado.

      Quem instala, atualiza e mantém a infra e acesso ao HANA é o Basis. Claro que isso muda um pouco com o HCP, mas o Basis não some com o HANA.

  5. Marcelo says:

    Oi, sou desenvolvedor java, e senti interesse pelo SAP, gostaria de fazer um curso de ABAP, estou procurando iniciar na area e aprender a desenvolver para o SAP, nunca utilizei mas já ouvi bastante falar dele, você indicaria algum ? por onde devo começar ?