Author: Claudia Andressa

Criando Objetos / Chamando Métodos Dinamicamente

Criando Objetos / Chamando Métodos Dinamicamente

Na busca pela solução de um problema, debugando, debugando e debugando novamente, me deparei com a criação dinâmica de objetos. Estudando mais a fundo, eis que surge assunto para mais um post! Afinal, quanto mais dinâmicos forem os programas e API´s, melhor será sua performance e re-usabilidade. O que faz com que consigamos criar o objeto / chamar o método dinamicamente, é a utilização de uma tabela, na qual informamos todos os parâmetros necessários (seja de importing, exporting, changing, etc), ou seja, podemos popular esta tabela de acordo com nossa necessidade em determinado ponto do programa.

ALV OO – Trabalhando com botões e eventos

ALV OO – Trabalhando com botões e eventos

Sem dúvida, uma das atividades mais realizadas por um programador ABAP é a emissão de relatórios. Como não estamos na era dos dinossauros, “não conhecemos” o relatório “write” e vamos direto aos “ALV’s”. Este post tem como objetivo exemplificar algumas funcionalidades de um ALV OO (Orientado a Objetos),  são elas: Exclusão de botões do toolbar de um ALV OO Inclusão de botões no toolbar do ALV Utilização de eventos Como desabilitar um botão (ele aparece, mas não é possível clicar) Geração de um ALV sem necessidade de criação de um container Veja também: Como encontrar ícones Utilização de interfaces

Documentação, uma “opção” (necessidade!) para o bom andamento do projeto

Documentação, uma “opção” (necessidade!) para o bom andamento do projeto

Uma das etapas mais importantes de um projeto, porém muitas vezes ignorada, é a de documentação do mesmo. Muitas empresas,  desenvolvedores e analistas não tem o hábito de gerar documentação, porém, se forem definidos alguns detalhes (modo de atualização, nível de detalhamento, complexidade) o custo-benefício e tempo investido serão vantajosos. Podemos considerar a documentação sob duas vertentes: “Documentação de Requisitos” e “Documentação do Programa”. Neste post, vamos analisar a documentação do Programa.

Mudando a vida de um iniciante em ABAP em 6 passos

Mudando a vida de um iniciante em ABAP em 6 passos

Ok, ok, muita pretensão achar que mudarei a sua vida, mas como também sou uma “SAP iniciante”, recebi algumas dicas, observei alguns pontos e gostariade compartilhá-los com vocês, pois podem não mudar a vida de um ABAP, mas certamente ajudarão muito aos que estão começando sua carreira agora!