Category: Tecnica de Programação

Meu Método de Estudo

Vou compartilhar o meu método de estudo que eu uso quando preciso aprender uma nova tecnologia ou linguagem de programação. A metodologia é muito simples e muito eficaz. Não garanto que seja rápida ou milagrosa, mas ajuda muito para você se planejar e medir o seu progresso.

nota musical azul

15 indícios musicais que o seu programa ABAP pode melhorar

Depois de ver um número bom de programas ABAP feito por outros e ter que alterar programas que eu mesmo fiz e tive dificuldade, resolvi criar uma lista de indícios que seu programa em ABAP “pode melhorar”, por assim dizer. Para deixar o post mais interessante e ajudar você a lembrar das dicas, separei músicas que remetem a cada um dos temas. Espero que gostem mais das dicas do que de algumas das músicas. Confira a lista e garanta que você está evitando que se eu (ou outra pessoa) ver seu código um dia eu fique chateado com você. 😉

Field-Symbols: O que são e suas vantagens – Por Fábio Kazunari

Eis um post que não vemos todos os dias: um post de um leitor interessado em aprender e que compartilha suas ideias! Como eu havia dito no último post sobre o LinkedIn: (Discussão no LinkedIn: Gerenciamento de qualidade de código ABAP) estou fazendo um esforço cada vez maior para fazer parte desta rede social. E foi por lá que recebi uma mensagem semana passada do nosso leitor de longa data Fábio Kuzunari pedindo um post sobre field-symbols. Ao mesmo tempo, tinha uma lista de razões internamente que me dizia que este tópico poderia ser escrito pelo próprio Kazunari – ao escrever um...

Recursividade em ABAP

Uma das técnicas de programação mais incompreendida e evitada, também é umas das mais poderosas, a Recursividade. Eu precisei usar a recursividade apenas uma única vez na vida com ABAPer e o resultado foi muito interessante. Nesse texto eu vou resolver um problema muito simples usando recursividade, exponenciação.

Aplicação do Design Pattern: Factory

Aplicação do Design Pattern: Factory

Depois de falarmos do Singleton, está na hora de falarmos de outro padrão de projeto, o Factory. O Factory é mais difícil de entender do que o Singleton. Mais do que isso, mais difícil de mostrar alguma aplicação prática. Nesse post eu mostrarei as duas coisas, explicar o funcionamento do Factory, bem como sua aplicação.

Importanto e Exportanto Uma Tabela Interna – Módulo de Função

Importanto e Exportanto Uma Tabela Interna – Módulo de Função

Estava procurando algum assunto para escrever, e uma luz do céu e-mail chegou com uma dúvida e que em todas as turmas da Academia ABAP tem, como importar ou exportar uma tabela interna para um módulo de função ou método. A solução pode ser respondida com uma simples frase: “Use um Table Type (Categoria de Tipos)”. Só com isso já seria suficiente para você sair do outro lado, mas fazendo jus ao “101” do nome do site, vou explicar passo a passo como fazer em um módulo de função. No próximo post, eu explicarei como fazer em um método.

MVC - Fonte: http://www.fernandovalente.com.br/wordpress/2011/01/11/mvc-model-view-controller/

Falsa Programação Orientada a Objetos

O que é um programa ABAP orientado a objetos? Se um programa usa somente CALL METHOD e nenhum PERFORM, então trata-se de um programa orientado a objetos? Acredito que não. O uso de sintaxe de orientação a objetos não é evidência suficiente de que o programa foi pensado na forma de objetos trocando mensagens entre si. Trago para vocês dois pogramas com saídas idênticas, mas um usando uma “orientação a objetos” capenga e outro que considero uma melhor forma de resolver o problema pensando em objetos.

Design Patern – Singleton

Design Patern – Singleton

Então você já aprendeu como declarar uma classe, chamar um método e aplicar os conceitos de herança e polimorfismo (já né?). Parabéns você completou a primeira parte do aprendizado em programação orientada a objetos. Agora só falta mais uns 95% para poder ser considerado um Mestre Jedi em Orientação a Objetos. Vamos ganhar mais um ponto porcentual e falarmos de Singleton.

ALV OO – Trabalhando com botões e eventos

ALV OO – Trabalhando com botões e eventos

Sem dúvida, uma das atividades mais realizadas por um programador ABAP é a emissão de relatórios. Como não estamos na era dos dinossauros, “não conhecemos” o relatório “write” e vamos direto aos “ALV’s”. Este post tem como objetivo exemplificar algumas funcionalidades de um ALV OO (Orientado a Objetos),  são elas: Exclusão de botões do toolbar de um ALV OO Inclusão de botões no toolbar do ALV Utilização de eventos Como desabilitar um botão (ele aparece, mas não é possível clicar) Geração de um ALV sem necessidade de criação de um container Veja também: Como encontrar ícones Utilização de interfaces

Hello World Orientado a Objetos

Hello World Orientado a Objetos

Uma coisa que não mais iremos discutir aqui no ABAP101 é usar ou não programação orientada a objetos, por isso estamos abolindo procedural do ABAP101, caso você veja alguma coisa procedural aqui no site, por favor avise-me! Programação procedural pode parecer mais fácil, mas é porque estamos mais acostumados com esse tipo de programação do que orientada a objetos. Tome uma resolução em sua vida ABAPer, faça tudo em ABAP OO, mesmo um simples relatório. Comece com uma simples classe e daí vá evoluindo, mas fuja da “primeira dose” do procedural. Acredite a vida é bem melhor sem procedural! A...