Tagged: ABAP

Últimos Vídeos

Últimos Vídeos

Vocês devem já saber que estou com um foco grande em vídeos e nosso canal no YouTube está bem movimentado. Estou procurando manter a rotina de publicar um vídeo novo toda segunda de manhã.

[vídeo] Trabalhando com Objetos

[vídeo] Trabalhando com Objetos

Mais um vídeo da série Programando Orientado a Objetos com ABAP Objects. Nesse vídeo eu mostro como declarar uma classe, como criar um objeto dessa classe e como chamar um método dessa classe. Veja o vídeo, clique no joinha e se inscreva no canal para receber os novos vídeos assim que eles forem publicados.  

Introdução ao TDD em ABAP

Há um tempo eu venho pensando em investir mais pesado em TDD (Test-Driven Development ou Desenvolvimento Orientado a Testes), daí eu decidi comprar um livro sobre o assunto. Optei pelo livro do Maurício Aniche, Test-Driven Development, Test e Design no Mundo Real. Eu fiquei tão empolgado em aprender de verdade o que é TDD que decidi gravar um screencast onde eu implemento o primeiro exemplo mostrado no livro em ABAP ao mais bom estilo Furlan e claro que tive a “brilhante” idéia de gravar um vídeo (ou screencast?) bem ao estilo live-coding, ou codificação sem cortes.

ABAP Active Record

ABAP Active Record – Post Inaugural

Inspirado no Active Record do Ruby on Rails, eu comecei a trabalhar num projeto para replicar o mesmo conceito no SAPUI5. Em conjunto com esse texto eu publiquei também dois blogs na SCN, um com foco no SAPUI5 e outro com foco no ABAP apresentar a idéia e receber feedback. Segue a tradução adaptada do texto publicado no blog da SCN.

Aprendendo FP – Primeiros Passos

Há um tempo atrás eu manifestei o meu interesse pela programação funcional (FP). O tom do texto foi minha preocupação em talvés não consegui aprender algo como FP. Desde então eu decidi provar que eu estou errado. Bom, eis aqui as minhas primeiras impressões sobre minhas incursões no mundo da programação funcional. Primeira decisão a ser tomada, foi qual linguagem escolher? Escolho o purismo do Haskell? A popularidade do Scala? Simplicidade do JavaScript? Mas o Whatsapp é feito em Erlang? Talvés o nacionalismo fale mais alto e vou de Elixir? E Lisp? E F# (dizem que está morrendo, não sei…)? Que decisão!!!...