ABAP no SCP – Finalmente o Vovô ABAP vai Morrer!

Estava com o dedo para publicar um texto sobre a morte do ABAP, quando veio a notícia, ABAP no SAP Cloud Plataform.Ok, mas o que isso significa? É isso que vou comentar aqui nesse texto.

Tudo começou com esse post do CTO da SAP, Bjöern Goerke. No final do texto ele menciona o seguinte:

“Isso é uma coisa que nós somos questionados o tempo todo, quando SCP irá suportar ABAP? A resposta: logo logo”.

Isso deixou todos com a pulga atrás da orelha, mas foi no SAP TechEd Las Vegas que veio a notícia, o nosso bom e velho ABAP irá morar nas nuvens. Ok ok, corrigindo, “bom e velho” não. O próprio Björn diz, “este ABAP não será como o vovô ABAP que conhecemos, mas uma versão moderna e otimizada para a nuvem”.

E não é que no final das contas o ABAP morreu mesmo? Pelo menos o ABAP que conhecemos 😊.

O Que Sabemos Hoje

O que podemos afirmar baseado nos anúncios que temos até hoje:

Os textos que nos trazem mais informações são esses dois do Florian:

Overview of ABAP in SAP Cloud Platform< a href=”https://blogs.sap.com/2017/09/26/abap-in-sap-cloud-platform-frequently-asked-questions/”>ABAP in SAP Cloud Platform – Frequently Asked Questions<<<<<<<<
s textos podemos listar algumas coisas que teremos no ABAP no SCP:

  • ABAP mais limpo, sem retro-compatibilidade. Tudo que está obsoleto será eliminado.
  • Tudo que não for compliance em termos de segurança para operações na nuvem será removido.
  • Extensivo uso de APIs para acessar serviços. Minha opinião aqui é que coisas como SELECTs no código não serão permitidos.
  • Não usaremos mais SE80, mas o Eclipse será ferramenta obrigatória
  • SAPGui não será mais usado.
  • Uso do Git
  • Data de lançamento 2018

É legal ficar ligado nesses dois posts para futuras atualizações.

Algumas Opiniões

Momentos depois do anúncio já começaram a pipocar posts na SCN sobre o assunto.

O primeiro que eu li, foi do Christian Drumm, ABAP on the SAP Cloud Platform – Some thoughts and a wish list.

Ele escreve um texto com algumas especulações sobre como será o ABAP no SCP.

Coisas que concordo, SE80 está com dias contados. É uma ferramenta esdrúxula e que precisa ser substituída por algo mais moderno. Eclipse é um ótimo candidato. Tenho usado em meus vídeos e meus dias de programação no Eclipse são realmente gratificantes! Fazia tempo que não sentia tanto prazer em usar ABAP!

Quero muito um REPL, algo the tenho usado em JavaScript e que quebra um galhão na hora de testar alguma lógica. Está certo que você pode criar o famoso ZTESTE, mas convenhamos, REPL é muito mais elegante.

Eu comentei que o uso do Git (e porque não do ABAPGit) será muito bem vindo, mas no texto do Florian ele menciona o uso do Git.

O Graham Robinson também fez a sua contribuição. Ele começa dizendo que o ABAP nunca foi “cool” e que nem mesmo aparece no infame RedMonk Raking. Isso nunca me preocupou, pois não escolho as minhas linguagens por algum ranking ou por ser ou não “cool”. O ABAP nunca será cool (lembre-se o que significa o “B” do ABAP) — se bem que temos coisas assim acontecendo em ABAP.

O ABAP é uma linguagem para aplicações de negócio. Por isso eu concordo 100% com o Graham quando ele diz que o ABAP é uma linguagem excelente para o backend. Ele diz:

“O caminho da SAP para as tecnologias UI é todo baseado na web, por exemplo, OData (ou similar) web services para serem consumidos por qualquer tecnologia UI que o desenvolvedor quiser — a SAP espera que seja SAPUI5. Então eu espero que o ABAP no SCP não terá qualquer suporte a interfaces.”

Por isso não espere SAPGui, ou Web Dynpro (yes!). Provavelmente nem comando WRITE!

Qual a Minha Opinião?

Eu adorei a notícia! Principalmente é porta para um ABAP mais moderno. Ele merece!

A SAP tem uma estratégia de Cloud Plataform muito forte e confesso que temia pelo futuro do ABAP fora da nuvem. Mas agora com essa notícia, vejo que o ABAP ainda tem uma vida muito longa.

Em various comentários dos posts acima tem gente perguntado sobre ter uma versão trial. Para ser sincero, acho que a SAP deveria ter um pouco mais de carinho com os trials. É uma excelente forma de disponibilizar para a comunidade formas de experimentarmos as novidades. Infelizmente não acho que teremos nada para baixar e testar, até porque é para ser usado na nuvem.

Ainda vivemos apenas no mundo das especulações, mas aqueles que se preocupavam com fim do ABAP, esses podem respirar aliviados!

You may also like...

5 Responses

  1. sim, vai morrer, mas vai passar muito tempo na UTI e respirando por aparelhos.
    Milhões de linhas de código legado que atendem as necessidades funcionais que literalmente vão precisar de vários tiros de 12 para morrer.

    Isto só ocorre devido a uma estabilidade de processos de negócios internos nas empresas e genialidade da SAP em conseguir colocar todas elas dentro de um mesmo barco.

    É graças a quebra de paradigma de uma linguagem que revoluciona a sua época quebrando o foco extenso em performance para uma linguagem inteligente no sentido de resiliência a mudanças.

    Os tempos mudaram, não dá mais para ficar trabalhado com UI quadradas e envelhecidas.

  2. Vovô?
    Ahhhhh… Façam-me o favor !!!
    Trabalho até hoje com Cobol em Unix e em Mainframe e vcs vem com esse papo de ABAP VOVÔ.
    BULSHIT !!!

  3. Jairo Almeida says:

    Será que é melhor aguardar até à atualização , para investir na tecnologia , atualmente trabalho com sustentação e quero entrar para o mundo SAP, estava me matriculando para um curso ABAP. O que vocês podem dizer ?

    • Flávio Furlan says:

      Se o seu plano é seguir no mundo de desenvolvimento SAP, ABAP é uma boa porta de entrada. As coisas que comentei no texto estão previstas para 2018 e vai mais um BOM tempo até chegar nas empresas. Ainda vejo muita demanda por profissionais ABAP. Posso dizer que 98-99% do que você vai aprender na academia será usado na núvem. Portanto, continue no seu curso e procure sempre se informar como usar o ABAP “corretamente”. Uma dica prática: se você ler algum texto mostrando o jeito certo de programar ABAP e o seu amigo ABAPer de 10 anos de experiência disser que isso é “frescura” é “ABAP Nutella” então você está usando o jeito correto 😉